Visitante

Olá visitante. Cadastre-se | Entre | Esqueci minha senha

OK Esqueci minha senha


Você está em: Sobrenatural.Org -> Contos -> O Alívio


Contos - Enviado dia 27 de Outubro de 2014

O Alívio


Nesta manhã ao me levantar ,me vi envolta em uma neblina espiritual que adentrava meu corpo chegando até minhas entranhas, onde fazia morada dentro do meu coração, fazendo surgir dentro do meu eu sentimentos e sensações nunca sentidas por mim. A tristeza e a melancolia se faziam presentes em todos os pensamentos que se formavam em minha mente e meu dia foi envolto em uma escuridão acalentadora em que me recolhi e passei a vivenciar os momentos felizes ao lado de pessoas que eu amava em vidas anteriores e não conseguia me achar no tempo, vi-me em vestimentas diferentes de outros séculos e outros países, falava em línguas desconhecidas para mim. E o vento soprava pelo meu corpo trazendo lembranças que me acalentavam e solidificavam a idéia que já fora sugestionada em alguns momentos desta minha vida infeliz que vivo agora. A morte se fazia presente a minha frente, envolvendo- me em seu perfume de flores e do seu clima frio e sombrio, me sentia envolvido e acolhido e seu braços ,quando notei que ela trazia em sua mão algo e dizia ser a minha libertação, me falava em sussurros as maravilhas que me esperavam e me envolvia em um sentimento de ansiedade por matar a minha sede de felicidade, e neste momento me oferecia um copo com um liquido incolor e pedia gentilmente que eu ingerisse o seu conteúdo, pois afirmava que estaria do outro lado para me acolher e amparar na minha chegada, que eu não me preocupasse com nada pois tinha ela como minha melhor amiga. Neste momento um sentimento de insensatez me fez virar o copo e sorver todo o conteúdo nele existente e assim deitei-me em seus braços e adormeci..... não sei o tempo que fiquei dormindo mas quando acordei adentrei um local de altos portões com arvores retorcidas em sua paisagem e seres que rastejavam e gemiam pedindo ajuda a quem quer que encontrassem, e a pós caminhar por um longo período, encontrei a Morte que era minha amiga e  pegou-me  pelas mão e me guiou até um castelo sombrio e gelado, com uma atmosfera assustadora que  me envolvia, tornando me um ser sem sentimentos e com um coração duro e resistente a qualquer tipo de sentimento. Tornei -me um ceifador de vidas e sirvo a Morte com meus serviços, hoje não sinto mais nada que sentia quando vivo e agradeço por tudo que ela fez por mim, e agora ajudo todos que tem os mesmos sentimentos que eu tinha , dou-lhes o apoio e a sugestão para um vida sem sofrimentos.



Avalie Comente Marque como Favorito Recomende

Opiniões

Conteúdo sem opinião até o momento...





Comente

Somente usuários logados podem enviar opiniões...

Você já é um usuário cadastrado no site Sobrenatural.Org? Se sim, faça seu login abaixo. Caso contrário, clique aqui para efetuar o cadastro.

QUEM ENVIOU ESTE CONTEÚDO:

Alma sombria

Alma sombria


NOSSO CANAL NO YOUTUBE


NOSSO BLOG



PUBLICIDADE

PRODUTOS DA LOJA SOBRENATURAL

DIRETO AO ASSUNTO

INTERATIVAIDADE

http://bs.serving-sys.com/BurstingPipe/adServer.bs?cn=tf&c=19&mc=imp&pli=8942288&PluID=0&ord=[timestamp]&rtu=-1