Visitante

Olá visitante. Cadastre-se | Entre | Esqueci minha senha

OK Esqueci minha senha


Você está em: Sobrenatural.Org -> Matérias Especiais -> Nag Hammadi


Matérias - Enviado dia 18 de Fevereiro de 2003

Nag Hammadi

Em 367 d.c. Por ordem do Bispo Atanásio de Alexandria, foram destruídos inúmeros documentos com tendências heréticas. O bispo seguia uma resolução do Concílio de Bispos de Nicéia, reunida em 325 d.c. Esta ordem era para a destruição dos textos GNÓSTICOS e



<%=Rs("titulo")%>


Foto de Nag Hammad, onde foram achados os evangelhos Gnósticos
Esta caverna faz parte de um cemitério da época de romana em Nag Hammadi, no Alto Egito. Esta foto é rara.

Em 367 d.c. Por ordem do Bispo Atanásio de Alexandria, foram destruídos inúmeros documentos com tendências heréticas. O bispo seguia uma resolução do Concílio de Bispos de Nicéia, reunida em 325 d.c. Esta ordem era para a destruição dos textos GNÓSTICOS em especial. Porém sabendo da importância destes papiros originais do princípio do Cristianismo, Monges estabelecidos a margem do rio Nilo, optaram por não destruí-los. Esses Monges guardaram os códices de papiros dentro de uma urna de argila e as enterraram-na na base de um penhasco chamado: DJEBEL EL-TARIF.

Em 1945, o camponês Muhamad Ali as-Salmman, encontrou um grande pote vermelho de cerâmica, contendo treze livros de papiro encadernados em couro. No total descobriram cinquenta e dois textos naquele sítio. Decepcionados, levaram para casa, e sua mãe chegou a usar alguns papiros para acender o fogo.

Na primeira análise, a primeira linha traduzida do copta foi: "Essas são as palavras secretas que Jesus, O Vivo, proferiu, e que seu gêmeo, Judas Tomé, anotou".

Em 1952, O museu Copta do Cairo, recebeu para sua guarda os manuscritos. Faltava algumas páginas e um códice fora vendido pela família de Mohammed para o Instituto Jung, Zurique. Esses códices passaram a ser chamados; BÍBLIA de NAG HAMMADI, localidade onde fora encontrado os manuscritos.

Antes desta descobertas, só se conhecia os textos Gnósticos pelas citações de outros autores. Dos 53 textos encontrados, 40 eram inéditos, tolamente desconhecidos da comunidade cientifica. Estes Manuscritos foram redigidos em Copta , antiga língua egípcia, que utilizava caracteres gregos.

Os manuscritos, hoje conhecidos como Evangelhos Gnósticos, ou Apócrifos (Apocryphom literalmente livro secreto), revelam ensinamentos, apresentados segundo perpectivas bastante diversas daquelas dos Evagelhos Oficiais da Igreja Romana; como por exemplo este trecho atribuído a Jesus, O Vivo: "Se manifestarem aquilo que têm em sí, isso que manifestarem os salvará. Se não manisfestarem o que têm em sí, isso que não manifestarem os destruirá."

Além dos Evangelhos (ensinamentos atribuídos a Jeus Cristo através de seus apóstolos) outros textos compõe o legado de Nag Hammadi, de cunho teológico e filosófico.

Os papiros encontrados em Nag Hammadi, tinham cerca de 1.500 anos, e eram traduções em copta de manuscritos ainda mais antigos feitos em grego e na língua do Novo Testamento, como constatou-se, ao verificar que parte destes manuscritos tinham sido encontrados em outros locais, como por exemplo alguns fragmentos do chamado Evangelho de Tomé. As datas dos textos originais estão estimadas entre os anos 50 e 180, pois em 180, Irineu o bispo ortodoxo de Lyon, declarou que os hereges "dizem possuir mais evangelhos do que os que realmente existem".

Existe hoje a BIBLIA de NAG HAMMADI, que Compõem -se de: * Revelações de profetas Gnoses, anteriores a Jesus; * Escritos Gnósticos, com textos Cristãos; *Tratados Herméticos - relativos a Alquimia consagrado ao deus egípcio Toth (Deus Hermes para os Gregos)

Acredita-se que os manuscritos foram enterrados por volta do século IV, quando na época da conversão do imperador Constantino, os bispos cristãos, passaram ao poder e desencadearam uma campanha contra as heresias. Então, algum monge do mosteiro de São Pacômio, nas cercanias de Nag Hammadi, tomou os livros proibidos e os escondeu no pote de barro, onde permaneceram enterrados por 1.600 anos !


Representação artística do interior da caverna, onde foram achados os evangelhos Gnósticos

Observação:

Esta Fotos foram publicada na revista do Grupo de Estudos C.G. Jung e do Centro Brasileiro de Psicologia Junguiana.
Lembre-se que um dos códices foi adiquirido pelo Instituto Jung.
publicada em janeiro de 1992


Avalie Comente Marque como Favorito Recomende

Opiniões

7 Comentário(s).
  • Comentário que os leitores mais gostaram:

    Rogério

    Rogério | 9 de Maio de 2006 | Escreva para o autor do comentário

    7 leitores gostaram da opinião | 0 reprovaram a opinião

    É natural que o homem aja segundo seus interesses pessoais, e todas as instituições são formadas e dirigidas por homens, sem exceção, como a igreja por exemplo.

    Porém nada, absolutamente nada pode ser mantido em estado constante para todo o sempre, até porque o "sempre" assim como o "nunca", "jamais" e outros adverbios temporais, são atributos do "tempo" e este por si só é o maior exemplo da relatividade, pois pode ser compreendido desde a "sua não existencia até a sua existencia incontestavel", sendo assim esta ele sujeito à unica CERTEZA que nossa compreensão filosofica conseguiu concluir até os dias de hoje, que é : "A UNICA COISA PERMANENTE NO UNIVERSO É A MUDANÇA".

    Alguns por certo dirão : - "o que este comentario do Rogério tem a ver com o assunto em questão?" Eu respondo : "observa desde o mais remoto momento do universo que se tem noticia até os dias de hoje e veja como [b]TUDO[/b] em algum momento foi "descoberto", "inventado", "começado" ou seja lá o verbo que se queira dar a um inicio, e então este [b]TUDO[/b] se tornou publico e por todos conhecidos, acatado ou não, obteve o status quo de VERDADE quando aceito, MENTIRA OU HERESIA quando não aceito, para depois ser desmentido ou reinterpretado conforme avança nosso "conhecimento" tanto de causa, como tecnologico.

    Estando o homem sujeito ao "mecanismo" de ação do universo, ou seja, sua já reconhecida mudança constante, é mera ilusão deste imaginar que poderá manter um estado de coisa, neste caso os dogmas da igreja mas para tudo se aplica este FATO, para sempre mantido, perene ao seu bel prazer.Em algum momento tudo se revela, se torna conhecido, aceitado ou não e depois é desmentido ou reinterpretado.

    É só esperar o timing do universo.........

    Você acha que poderá morrer antes das "coisas acontecerem" e não acha justo que segredos como este do topico fiquem escondidos por tanto tempo???..........risos.......... Eis ai outra "verdade" que como todas acabará sendo desmentida ou reinterpretada.....

    Gostei desta opinião | Opinião reprovada


    Responder este comentário

Mostrando as 5 primeiras.
  • vampira sexy

    vampira sexy | 5 de Agosto de 2012 | Escreva para o autor do comentário

    0 leitores gostaram da opinião | 3 reprovaram a opinião

    Visite Minha Página! | Adicionar como Usuário que me Identifiquei | Enviar um Recado

    só sei dizer que o que realmente deve ser descoberto só será revelado quando o CRISTO voltar pois pára nós meros pecadores não nos convém tocar nem ler o q é de mais secreto e que está escondido pois vai se saber se não é para o nosso próprio bem,pois se lermos algo e interpretarmos errado é morte na certa .

    Gostei desta opinião | Opinião reprovada


    Responder este comentário
  • marcio henrique gonçalves de macedo

    marcio henrique gonçalves de macedo | 12 de Maio de 2010 | Escreva para o autor do comentário

    5 leitores gostaram da opinião | 0 reprovaram a opinião

    isso e so começo ainda tem muita coisa escondida em todo o mundo

    Gostei desta opinião | Opinião reprovada


    Responder este comentário
  • ederson(pseudo)

    ederson(pseudo) | 23 de Agosto de 2008 | Escreva para o autor do comentário

    1 leitores gostaram da opinião | 1 reprovaram a opinião

    o comentario de nossa amiga Ana,pode-se observar que muitas contradições,pois se a igreja católica fosse realmente dona da "verdade" talvez não ouvesse tanta discordacia de varios pontos determinantes da nossa fé,isso porque devemos ver também o contexto histórico daquela época e não foi a toa que o papa joão paulo II pede desculpas pelos erros já cometidos por alguns papas e é importante ressaltar que realmente alguns evangelhos denominados de apócrifos não foram escritos pelos "verdadeiros discipulos" de cristo e sim por pessoas que mantiveram contatos indiretos com os "discipulos verdadeiros" sendo assim cada tem uma visão de como seria a pessoa de cristo modificando o que não é o real.abraços

    Gostei desta opinião | Opinião reprovada


    Responder este comentário
  • Rogério

    Rogério | 9 de Maio de 2006 | Escreva para o autor do comentário

    7 leitores gostaram da opinião | 0 reprovaram a opinião

    É natural que o homem aja segundo seus interesses pessoais, e todas as instituições são formadas e dirigidas por homens, sem exceção, como a igreja por exemplo.

    Porém nada, absolutamente nada pode ser mantido em estado constante para todo o sempre, até porque o "sempre" assim como o "nunca", "jamais" e outros adverbios temporais, são atributos do "tempo" e este por si só é o maior exemplo da relatividade, pois pode ser compreendido desde a "sua não existencia até a sua existencia incontestavel", sendo assim esta ele sujeito à unica CERTEZA que nossa compreensão filosofica conseguiu concluir até os dias de hoje, que é : "A UNICA COISA PERMANENTE NO UNIVERSO É A MUDANÇA".

    Alguns por certo dirão : - "o que este comentario do Rogério tem a ver com o assunto em questão?" Eu respondo : "observa desde o mais remoto momento do universo que se tem noticia até os dias de hoje e veja como [b]TUDO[/b] em algum momento foi "descoberto", "inventado", "começado" ou seja lá o verbo que se queira dar a um inicio, e então este [b]TUDO[/b] se tornou publico e por todos conhecidos, acatado ou não, obteve o status quo de VERDADE quando aceito, MENTIRA OU HERESIA quando não aceito, para depois ser desmentido ou reinterpretado conforme avança nosso "conhecimento" tanto de causa, como tecnologico.

    Estando o homem sujeito ao "mecanismo" de ação do universo, ou seja, sua já reconhecida mudança constante, é mera ilusão deste imaginar que poderá manter um estado de coisa, neste caso os dogmas da igreja mas para tudo se aplica este FATO, para sempre mantido, perene ao seu bel prazer.Em algum momento tudo se revela, se torna conhecido, aceitado ou não e depois é desmentido ou reinterpretado.

    É só esperar o timing do universo.........

    Você acha que poderá morrer antes das "coisas acontecerem" e não acha justo que segredos como este do topico fiquem escondidos por tanto tempo???..........risos.......... Eis ai outra "verdade" que como todas acabará sendo desmentida ou reinterpretada.....

    Gostei desta opinião | Opinião reprovada


    Responder este comentário
  • Flávia

    Flávia | 14 de Abril de 2006 | Escreva para o autor do comentário

    1 leitores gostaram da opinião | 0 reprovaram a opinião

    Não acho que trata-se de culpar a Igreja Católica. Trata-se de recuperar a história da humanidade e sendo da HUMANIDADE presupõe atos do Homens. Estes sim interferiram na verdadeira história de JESUS e de nós mesmos.

    Gostei desta opinião | Opinião reprovada


    Responder este comentário
Ver todas as 7 opiniões.



Comente

Somente usuários logados podem enviar opiniões...

Você já é um usuário cadastrado no site Sobrenatural.Org? Se sim, faça seu login abaixo. Caso contrário, clique aqui para efetuar o cadastro.

QUEM ENVIOU ESTE CONTEÚDO:

Mr.Tlaloc

Mr.Tlaloc

Usuário Assinante.

Yo no credo en Brujas, pero que las hay, las hay.


NOSSO CANAL NO YOUTUBE


NOSSO BLOG



PUBLICIDADE

PRODUTOS DA LOJA SOBRENATURAL

DIRETO AO ASSUNTO

INTERATIVAIDADE

http://bs.serving-sys.com/BurstingPipe/adServer.bs?cn=tf&c=19&mc=imp&pli=8942288&PluID=0&ord=[timestamp]&rtu=-1