Visitante

Olá visitante. Cadastre-se | Entre | Esqueci minha senha

OK Esqueci minha senha


Você está em: Sobrenatural.Org -> Matérias Especiais -> Escritório Assombrado


Matérias - Enviado dia 16 de Dezembro de 2003

Escritório Assombrado

Em Rosenhein, forças estranhas perturbam a paz e o ritmo de trabalho dos funcionários...



Rosenhein, cidadezinha alemã da Baviera. No escritório de advocacia do Sr. Adam, forças estranhas perturbam a paz e o ritmo de trabalho dos funcionários. Barulhos ensurdecedores, lâmpadas dançam e estouram, enormes flutuações na energia elétrica, fusíveis saltam, campainhas dos telefones soam insistentemente, ao mesmo tempo, fichários de 174 kg. deslocam-se sozinhos, quadros e calendários giram nas paredes etc., etc.

A imprensa local não demora em fazer eco. A TV alemã lança dois programas especiais sobre a casa de Rosenhein. Em pouco tempo a Alemanha toda e o mundo tomam conhecimento da “casa mal-assombrada” de Rosenhein.

Especialistas em Física, sob a direção dos doutores Karger e Zincha, do Instituto de Plasmapsíquica Max-Planck de Munique, após muitas medida e controles, concluem que:

1.º) Os fenômenos desafiam toda explicação pelos meios que possui a física teórica;

2.º) Os fenômenos são resultados de forças não-periódicas, de curta duração;

3.º) Os fenômenos não implicavam efeitos eletrodinâmicos puros;

4.º) Os movimentos dos objetos parecem ser causados por forças inteligentemente controladas;

5.º) A Física neste caso e em outros análogos de Parapsicologia, defronta-se com uma situação completamente nova. Apresenta-se a possibilidade imprevista de realizar descobertas físicas fundamentais estudando o homem. É absolutamente certo que o esclarecimento destes fenômenos terá repercussões sobre nosso conhecimento do homem.

Entra em cena a equipe de parapsicólogos do Instituto de Parapsicologia da Universidade de Friburgo, chefiada pelo Dr. Hans Bender.

Os parapsicólogos constataram também que tudo aumentava de intensidade com a maior proximidade de Ana Maria Sch., de 19 anos, diminuía à medida que ela se afastava e nada acontecia se ela se ausentava.

O Dr. Bender e sua equipe apontam como causa desta fenomenologia a ação “parapsicológica provocada pela senhorita Ana Maria em estado de crise e tensão nervosa”.

A única objeção que o CLAP coloca aos trabalhos do Dr. Bender é a explicação final que ele dá aos fenômenos. Classificam-se como casos de Psicocinesia (PK). Seria ação parapsicológica de ordem imaterial, espiritual (dos vivos!). Não existe esta ação. Na realidade trata-se de telecinesia, por telergia, isto é, ação parapsicológica física, material. Daí a necessidade da presença do doente.

Quadros tortos e telefonemas para o 0119, numero da hora certa, atormentaram o escritório de advocacia da Alemanha Ocidental, em 1967. As vezes as lâmpadas ou balançavam, aparentemente devido a presença da funcionária AnneMarie Schneider. (foto superior)

Fotos extraidas do livro A Mente Domina a Matéria

Por Luiz Roberto Turatti, aluno do Centro Latino-Americano de Parapsicologia, CLAP (www.clap.org.br), dirigido pelo Prof. Dr. Padre Oscar González-Quevedo, S.J.

Esse artigo já foi publicado em:
- “Tribuna do Povo”, Araras/SP (Brasil), sábado, 18/3/1995;
- “Jornal de Parapsicologia”, Braga (Portugal), março/1997;
- Usina das Letras


Avalie Comente Marque como Favorito Recomende
Sugestões da nossa loja oficial, a LojaSobrenatural.com.br

Opiniões

72 Comentário(s).
  • Comentário que os leitores mais gostaram:

    Gilgamesh

    Gilgamesh | 13 de Maio de 2010 | Escreva para o autor do comentário

    38 leitores gostaram da opinião | 7 reprovaram a opinião

    Turatti, você é católico fundamentalista, contudo, você vive dizendo: "Fora da VERDADE não existe CARIDADE nem, muito menos, SALVAÇÃO". Caridade e Verdade independem uma da outra, Turatti. Fazer a caridade não tem nada a ver com conhecer a Verdade (e quem conhece a Verdade? Você? O Quevedo? A Igreja Católica? Quem?). Caridade é tão somente Amor incondicional, ou seja, não é necessário ter conhecimento de coisa alguma para amar o semelhante. Segundo Jesus, só o Amor Salva. Sendo católico, você deve crer em Jesus (não apenas Nele, mas nos Seus milagres e prodígios, na Sua Ressurreição, na Bíblia, nos dogmas católicos, etc., o que o torna muito suspeito para criticar a mediunidade e o Espiritismo, diga-se de passagem). Sendo católico, você deve conhecer esta máxima de São Paulo: “Se eu falasse a língua dos anjos, se eu falasse a língua dos homens, sem amor, eu nada seria”. Em suma: Esse teu chavão contradiz o maior mandamento de Jesus: AMAI AO PRÓXIMO COMO A SI MESMO!
    Convenhamos, o que pensar de um homem que é parapsicólogo, entretanto, também é católico fanático, discípulo de outro que é (ou foi) padre, devoto da Virgem de Guadalupe, parapsicólogo e ainda, arrogantemente, se intitula cientista? Dá para acreditar no que um elemento desses fala?
    O discípulo é o Turatti. O Mestre é o Quevedo.
    Turatti e Quevedo, parapsicólogos católicos fundamentalistas que contestam o Espiritismo com base em hipóteses, e que se dizem cientistas. Eles são, no mínimo, muito suspeitos para contestar qualquer coisa do Espiritismo.

    Gostei desta opinião | Opinião reprovada


    Responder este comentário

Mostrando as 5 primeiras.
  • fabionight

    fabionight | 7 de Abril de 2014 | Escreva para o autor do comentário

    2 leitores gostaram da opinião | 0 reprovaram a opinião

    Visite Minha Página! | Adicionar como Usuário que me Identifiquei | Enviar um Recado

    gostei desse site vou dar curti! :)

    Gostei desta opinião | Opinião reprovada


    Responder este comentário
  • Isabel

    Isabel | 17 de Agosto de 2012 | Escreva para o autor do comentário

    5 leitores gostaram da opinião | 1 reprovaram a opinião

    Visite Minha Página! | Adicionar como Usuário que me Identifiquei | Enviar um Recado

    Quanta bobagem que o turatti escreve...rs

    Gostei desta opinião | Opinião reprovada


    Responder este comentário
  • Morticia_Addams

    Morticia_Addams | 2 de Maio de 2012 | Escreva para o autor do comentário

    2 leitores gostaram da opinião | 1 reprovaram a opinião

    Visite Minha Página! | Adicionar como Usuário que me Identifiquei | Enviar um Recado

    Seria esses acontecimentos causados por um Fênomeno Polteirgeist?

    Gostei desta opinião | Opinião reprovada


    Responder este comentário
  • Luiz Roberto Turatti

    Luiz Roberto Turatti | 19 de Julho de 2011 | Escreva para o autor do comentário

    1 leitores gostaram da opinião | 8 reprovaram a opinião

    Visite Minha Página! | Adicionar como Usuário que me Identifiquei | Enviar um Recado

    DORES, DOENÇAS, DEFICIÊNCIAS – PROVAS DA REENCARNAÇÃO?

    Luiz Roberto Turatti

    A reencarnação não foi revelada do “além-túmulo”. Em primeiro lugar, por que não há comunicação dos mortos com os vivos. Trata-se isto sim, de manifestações do inconsciente, e, como tais deixam-se até influir pelo ambiente. Assim, as “revelações” aos espíritos latinos, ou aos teósofos etc., falam em reencarnação. Mas, se “os espíritos dos mortos” (na realidade, o inconsciente) se manifestam aos espíritas anglosaxões, é freqüente que ataquem ou ridicularizem a reencarnação. Os espíritas não reencarnacionista são chamados davianos, por ser o anti-reencarnacionista Davis o principal teórico do espiritismo não latino, seguido por milhões de espíritas. Daniel Donglas Home, o mais famoso médium espírita de todos os tempos, recebeu comunicações do “além-túmulo” (?) ridicularizando ao máximo a teoria da reencarnação. Se “os espíritos dos mortos” aparecem a uma freira, falam do purgatório, do céu, pedem missa, comunhão... E, quando se manifestam aos ocultistas, lhes falam do mundo astral, e assim por diante.

    Não é do além que veio a doutrina da reencarnação. Muito menos foi revelada por Cristo na Bíblia - como se apregoa nos livros dos reencarnacionistas. Eles citam, por exemplo, o Evangelho de São João, quando Cristo disse a Nicodemos: “Em verdade, te digo, ninguém, se não nascer de novo, pode ver o reino de Deus”. Quando, porém, Nicodemos perguntou como alguém poderia voltar ao seio de sua mãe, Cristo explicou que as suas palavras não deveriam ser entendidas num sentido reencarnacionista, mas, sim, na ordem sobrenatural, no renascer à vida da graça pelo batismo. Cita-se ainda São João Batista como sendo a reencarnação de Elias... Na realidade, Elias, no conceito dos judeus, ainda não morrera. Por isso, não poderia reencarnar, claro. As frases bíblicas em que se anuncia São João como precursor de Cristo no espiritismo e no poder de Elias (Lc 1, 17) não têm nenhum sentido reencarnacionista. O próprio Batista, perguntado se ele era Elias que teria voltado, respondeu: “Não sou Elias” (Jo 1, 21).

    Toda a doutrina de Cristo sobre a transferência eterna desta vida sobre os sacramentos, a graça, a redenção etc., contradiz a teoria reencarnacionista. Ao ladrão crucificado com Cristo (quantas reencarnações esperariam a um ladrão, segundo a teoria reencarnacionista), ele disse: “Em verdade te digo, hoje estarás comigo no paraíso” (Lc 23, 43). A doutrina de Cristo é resumida claramente por seu apóstolo quando escreve: “Está estabelecido que os homens morram uma só vez, depois disto se fará o julgamento” (Hbr 9, 27).

    Quanto ao “argumento” das desigualdades humanas, a própria médium espírita Anatole Barthe o refuta: “É para resolver o problema das desigualdades que os espíritos (para os latinos) ensinam a reencarnação? Não sabem que não há dois seres, duas coisas completamente iguais na natureza e que não se pode encontrá-los nem no espaço imenso e nem ao longo do tempo?”...

    Pessoas nascem deformadas, com deficiência física ou mental. Acaso não há falhas da natureza também nos animais, nas plantas? Aquela árvore retorcida, inclinada, com ramos secos, a ovelha que nasceu com duas cabeças morrendo poucos dias depois etc., tudo isso é devido a reencarnação? E o que dizer do problema da dor? Seria castigo da imoralidade em vidas anteriores? Que absurdo! Os heróis, as vítimas inocentes da crueldade humana, os apóstolos, a Santíssima Virgem ao pé da cruz, o próprio Cristo seriam então até dignos de desprezo? Teriam tido as piores e mais imorais existências anteriores?

    Apresentar “lembranças” de vidas anteriores como prova de reencarnação supõe muito pouca lógica. Nem sequer poderiam demonstrar que estão se referindo a acontecimentos passados (quanto menos terem sido vividos por essa mesma pessoa). Porque de duas uma: ou daqueles acontecimentos passados ficam alguns vestígios ou não ficam. Em caso positivo, antes de pensar em lembranças reencarnacionistas, conhecimentos traduzidos de vidas anteriores, haveria que excluir as explicações normais e parapsicológicas. E, se não fica vestígio nenhum, qualquer caso que se cite de “lembrança” de vidas anteriores não vale absolutamente nada em ciência, pelo simples fato de não poder ser comprovado.

    Enfim, acumular casos de prosopopéia ou dramatização tipo reencarnacionista, de que vale, a não ser para provar a absoluta falta de metodologia científica dos autores de tais antologias? Quem volumosas coleções de casos poderiam se fazer com prosopopéias tipo inspiração de musas, pitões, fadas ou demoníaca etc.? O cientista deve explicar essas prosopopéias e não só aceitá-las. A Parapsicologia teórica já comprovou que são anticientíficos e absurdos os “argumentos” apresentados em defesa da efetiva reencarnação.

    ________________________________________

    “Fora da VERDADE não existe CARIDADE nem, muito menos, SALVAÇÃO!”

    LUIZ ROBERTO TURATTI
    [http://www.usinadeletras.com.br/exibelotextoautor.php?user=TURATTI].

    Gostei desta opinião | Opinião reprovada


    Responder este comentário
  • regina gonçalves

    regina gonçalves | 17 de Julho de 2011 | Escreva para o autor do comentário

    5 leitores gostaram da opinião | 1 reprovaram a opinião

    Visite Minha Página! | Adicionar como Usuário que me Identifiquei | Enviar um Recado

    o sr Quevedo e o sr Turatt.não respondem a pergunta ;porque que a igreja católica condena a reencarnação .creio eu ,porque sabem que se a igreja admitir a reecarnação.todas as bases em que a igre católica foi criada e seus dógmas, cairião por térra.pois terião que admitir que jesus não apareceu para seu povo e apóstolos como ressucitado mas sim comozd espirito .ésta é minha opinião

    Gostei desta opinião | Opinião reprovada


    Responder este comentário
Ver todas as 72 opiniões.



Comente

Somente usuários logados podem enviar opiniões...

Você já é um usuário cadastrado no site Sobrenatural.Org? Se sim, faça seu login abaixo. Caso contrário, clique aqui para efetuar o cadastro.

QUEM ENVIOU ESTE CONTEÚDO:

Luiz Roberto Turatti

Luiz Roberto Turatti


NOSSO CANAL NO YOUTUBE


NOSSO BLOG



PUBLICIDADE

PRODUTOS DA LOJA SOBRENATURAL

DIRETO AO ASSUNTO

INTERATIVAIDADE

http://bs.serving-sys.com/BurstingPipe/adServer.bs?cn=tf&c=19&mc=imp&pli=8942288&PluID=0&ord=[timestamp]&rtu=-1