Visitante

Olá visitante. Cadastre-se | Entre | Esqueci minha senha

OK Esqueci minha senha


Você está em: Sobrenatural.Org -> Matérias Especiais -> Marketing Pessoal


Matérias - Enviado dia 24 de Abril de 2004

Marketing Pessoal

nada de especial (7)
0 opiniões 0 favoritos 23876 acessos

Neste artigo a receita do sucesso: Jovem Pesquisador, Obtenha Sucesso Fácil atacando os Subliminares.



Artigo gentilmente cedido ao Sobrenatural.Org por:
Professor Flávio Calazans
Livre-Docente pela UNESP / Doutor pela USP
www.calazans.ppg.br

calazanista@ligazine.com.br

Neste artigo a receita do sucesso: JOVEM PESQUISADOR, OBTENHA SUCESSO FÁCIL ATACANDO OS SUBLIMINARES

MARKETING PESSOAL

O jovem desconhecido Marx elogiou em diversas cartas o renomado escritor de sucesso francês Proudhon (Socialismo Libertário), e termina convidando-o a escrever com ele em co-autoria (buscando promover-se e a seu socialismo autoritário) quando Proudhon desconversa e depois nega-se , Marx muda sua estratégia e passa a polemizar, promovendo-se como crítico do famoso Proudhon , em um exemplo de MARKETING PESSOAL atacando o maior expoente de sua área (ver o livro Filosofia da Miséria parodiado por Marx como Miséria da Filosofia); Marx atacando Proudhon para obter VISIBILIDADE na mídia e depois publicar seus próprios livros, sem este Marketing Pessoal Marxiano nunca teríamos STALIN e outras ditaduras fruto do socialismo autoritário de estado e a burocracia bolcheviche.

Por vezes, um pretendente ao sucesso, fama fácil e notoriedade aplica este expediente torpe de atacar um pesquisador estabelecido para captalizar invejas e rancores de frustrados e fracassados para assim obter visibilidade e explorar sua imagem e nome com um triste e anti-ético marketing pessoal de curto prazo, pois a mentira tem perna curta...

"É possível enganar todas as pessoas por algum tempo, ou enganar algumas pessoas por toda a vida, mas não é possível enganar a todas as pessoas para sempre." (Abraham Lincoln, ex-presidente dos EUA).

“A vida é combate
Que aos fracos abate
E aos fortes, aos bravos
Só faz exaltar”
I juca pirama.
Gonçalves Dias

“O que não me mata,
me torna mais forte!”
Nietzsche


Na peca ¨O Sonho¨, de August Strindberg a filha (Ines) pergunta ao pai:
"-Pai, por que as flores crescem melhor no estrume?
Ele responde:
-Crescem melhor porque tem horror a ele e querem se afastar cada vez mais".

"Miserrimi quippe este ingenii semper uti inventis et nunquam inventiendis" - (miserável é o espírito que só trabalha graças às descobertas dos outros e não sabe ele próprio descobrir). Santo Antão.

"...É Triste Não Ter Amigos?
Ainda Mais Triste é Não Ter Inimigos,
Porque, Quem Não Tem Inimigos,
É Sinal De Que Não Tem:
Nem Talento Que Faça Sombra,
Nem Caráter Que Impressione,
Nem Coragem Para Que o Temam,
Nem Honra Contra Qual Murmurem,
Nem Bens Que Lhe Cobicem,
Nem Coisa Alguma Que Invejem..."
(Voltaire)

Alguns de meus supostos críticos parecem desejar promover-se atacando-me cegamente mais do que dialogar e construir ciência, parecem não ter nada de sua própria lavra para mostrar, só os fúteis e vazios ataques distorcidos e mentirosos, exalando sua fealdade e inveja, expondo estratégias ingênuas de um primário marketing pessoal buscando divulgação e visibilidade que acham fácil por haver poucos pesquisadores investigando subliminares no Brasil, um levantamento no database Lattes do CNPQ mostra menos de cem pesquisadores do tema subliminar na busca por palavra-chave em fevereiro de 2004.

Ora, o tema científico dos subliminares tem Tese de Doutorado defendida na USP, Eventos internacionais do porte e reputação do IAMCR, ICECE, INTERTECH, ALAIC, LUSOCOM e outros apresentam tais pesquisas sobre propaganda subliminar aceitos por comitês científicos internacionais e publicados em seus anais e cdroms, colocados nas estantes das maiores universidades do mundo (CF bibliografia), sem contar as revistas científicas de Universidades e faculdades e os livros,

...é de estranhar um pretenso pesquisador emitir opinião tão séria sem estar melhor abalizado, sem sequer uma preliminar pesquisa atualizada na área específica, o que poderia ocasionar mal- entendidos; ... abrindo a eventual possibilidade de que fosse visto tal parecer como um gesto impensado ou apressado que desqualificaria toda a comunidade científica internacional de modo generalista e super-simplifiador, reducionista até, evidentemente desatualizado e desinformado da complexidade e da atenção internacional do tema específico sobre o qual aceitou a encomenda do patrocinador anônimo para escrever; ... fosse talvez até mesmo gravemente podendo estar incorrendo no risco de induzir em erro quem viesse a ler tal parecer sem estar atualizado na área específica e dando-lhe crédito sem um questionamento mais rigoroso e detalhado.

Recorde-se sempre os aspectos positivos e negativos da “NAVALHA DE OCCAM”, criada na Idade Média pelo filósofo de Oxford, Guilherme de Occam; pela navalha, corta-se os construtos teóricos, as mirabolantes hipóteses fantásticas e improváveis, as impossibilidades delirantes (paranóicas, Pseudo-Religiosas de fanatismo ou Teorias Conspiratórias), atendo-se à hipótese mais simples e mais racional, mais provável, somente depois analisa-se as outras possibilidades alternativas de explicação, começando sempre da mais simples, lógica, racional e evidente, para somente muito depois ir partindo para as outras hipóteses mais surrealistas e irracionais.

Contudo, esta navalha pode ser CASTRADORA como a foice de Cronos decepando os genitais de seu pai Urano na Mitologia grega, pode tornar ESTÉRIL um campo de conhecimento retirando sua fertilidade e crescimento criativo (Recorde-se o quadro de Goya retratando o lacrimoso e melancólico Saturno/Cronos desesperadamente devorando seus próprios filhos com medo do futuro que o destrone, mas mesmo agindo assim drasticamente não pode deter o progresso da ciência e foi destronado por seu filho ZEUS, teorias são superadas, prova-o a história a ciência em casos como Darwin, Einstein, Plank, etc).

Como explica o Biólogo Sheldrake, o mecanicismo desenvolvido a partir de Descartes surge de uma metáfora na qual compara-se o cosmo com uma máquina, como um relógio antigo, e apenas a alma religiosa e espiritual seria diferente dos mecanismos, assim Sheldrake aprofunda:

“Os mecanicistas costumam invocar um argumento chamado NAVALHA DE OCCAM (...) como uma maneira de negar que os construtos teóricos tenham qualquer realidade fora da mente (...) mas quando os mecanicistas usam a navalha de Occam, não o fazem em nenhum sentido filosófico estrito e sim como mera justificativa para se apegarem ao ponto de vista ortodoxo em vigor” (SHELDRAKE, Rupert. Sete experimentos que podem mudar o mundo, São Paulo, Cultrix, 1999, ISBN 85-316-0473-7, p.20).

Assim sendo, muito cuidado, cautela extrema com a Navalha de Occam que pode castrar sua pesquisa como a Foice de Cronos tornou Urano um EUNUCO.


Avalie Comente Marque como Favorito Recomende

Opiniões

Conteúdo sem opinião até o momento...





Comente

Somente usuários logados podem enviar opiniões...

Você já é um usuário cadastrado no site Sobrenatural.Org? Se sim, faça seu login abaixo. Caso contrário, clique aqui para efetuar o cadastro.

QUEM ENVIOU ESTE CONTEÚDO:

Flávio Calazans

Flávio Calazans

NOSSO CANAL NO YOUTUBE


NOSSO BLOG



PUBLICIDADE

PRODUTOS DA LOJA SOBRENATURAL

DIRETO AO ASSUNTO

INTERATIVAIDADE

http://bs.serving-sys.com/BurstingPipe/adServer.bs?cn=tf&c=19&mc=imp&pli=8942288&PluID=0&ord=[timestamp]&rtu=-1