Visitante

Olá visitante. Cadastre-se | Entre | Esqueci minha senha

OK Esqueci minha senha


Você está em: Sobrenatural.Org -> Matérias Especiais -> Casos Famosos de Subliminar


Matérias - Enviado dia 22 de Maio de 2004

Casos Famosos de Subliminar

Vamos recordar alguns dos históricos casos de emprego de subliminares.



Matéria cedida ao Sobrenatural.Org

autor: Professor Flávio Calazans
Livre-Docente pela UNESP / Doutor pela USP
www.calazans.ppg.br

calazanista@ligazine.com.br

 

Ainda pode-se recordar alguns dos históricos casos notórios de emprego de subliminares, por exemplo:


CASOS DE MENSAGENS SUBLIMINARES


1. PROPAGANDA SUBLIMINAR ELEITORAL NOS USA.
2. DISNEY ADMITIU TER SUBLIMINARES EM DESENHO

3. Depoimento pessoal sobre a eficácia dos Subliminares:

4. BIOMIDIOLOGIA DO POKEMÓN.

5. A PROIBIDA BIBLIOGRAFIA SUBLIMINAR

 

 

1. PROPAGANDA SUBLIMINAR ELEITORAL NOS USA.pokemón, bush, disney

 


Em setembro de 2000, no decorrer da campanha presidencial norte-americana, o candidato republicano à eleição, George Bush, em um filme de televisão veiculou críticas ao programa do candidato democrata Al Gore.

Ao criticar o sistema de reembolso de remédios, a equipe de publicitários de Bush (chefiada por Alex Castellano, que anteriormente já tinha empregado subliminares para o candidato Bob Dole em outra eleição presidencial) inseriu, em um “frame” (uma divisão de tempo de varredura da tela da televisão equivalente a uma parte entre trinta divisões de um segundo, 1/30 de segundo) a palavra “RATS” (ratos) sobreposta à frase “bureaucrats decide”.

Alex Castellano declarou ao jornal NEW YORK TIMES que a insersão em um frame foi “acidental”.

O filme foi veiculado 4.400 vezes em cobertura nacional antes de ser denunciado e cancelado, e teve um custo aproximado de US$2,5 milhões, muito caro para ser deixado ao acaso e ter este tipo de “Acidente” tão polêmico em uma campanha presidencial na qual até bonés de eleitores contendo logotipos de times de basebol são digitalizados e apagados para evitar antipatias.

Tal expediente de Signagem Subliminar foi empregado objetivando recuperar a queda de Bush nas pesquisas, à época, empatado com Gore.

Segundo Osmar Freitas, correspondente em Nova York, na revista "ISTO É", n.1616 de 20 de setembro de 2000, página 118: “Caracterizava-se, assim, um dos mais clamorosos exemplos de propaganda subliminar jamais descobertos”.

Este fato foi amplamente noticiado e documentado em rádio e televisão brasileira, incluindo matérias em jornais conceituados como "O ESTADO DE SÃO PAULO" (“Bush é acusado de usar propaganda subliminar” 13 de setembro de 2000, A15) e "FOLHA DE SÃO PAULO" (“Bush é acusado de propaganda subliminar” 13/9/2000), ambas matérias distribuídas pela renomada e fidedigna agência de notícias Reuters, a mesma que estranhamente foi também a ÚNICA a divulgar o evento Pokemón.

2. DISNEY ADMITIU TER SUBLIMINARES EM DESENHO

Outro caso com muito destaque na mídia foi a inserção de dois fotogramas com fotos de uma mulher com os seios nus no desenho animado da Disney “Bernardo e Bianca”, conforme a Folha de São Paulo de 15 de janeiro de 1999, “Pela primeira vez na história da companhia, a Disney admitiu ter encontrado imagens subliminares num de seus filmes de animação”.

A cena acontece aos 28 minutos do filme e é imperceptível sem que se pare no quadro a quadro , em um “frame” (uma divisão de tempo de varredura da tela da televisão equivalente a uma parte entre trinta divisões de um segundo, 1/30 de segundo).

Dois sites da internet iniciaram a polêmica, um deles foi http://www.entertainium.com/francais/video/rescuers2.html, graças a eles, a Disney foi obrigada a recolher 3,4 milhões de fitas em locadoras de vídeo nos USA.

Destes dois exemplos já clássicos, Disney ADMITINDO haver subliminares, e o caso BUSH, já demonstram a existência de subliminares sendo praticados na mídia e perpetrados continuamente contra o indefeso consumidor, eleitor, cidadão.

3. Depoimento pessoal sobre a eficácia dos Subliminares:

Aqui cabe inserir um depoimento pessoal meu a respeito da eficácia midiológica dos sinais subliminares, pois tenho visto muitos pesquisadores comprometidos com interesses de empresas os quais costumam denegrir esta linha de pesquisa afirmando que subliminares não tem efeito nenhum; ou que não haveria registro de resultados-efeitos dos subliminares (vide frase de abertura deste parecer - Bruce R. REDFORD, Professor de Mídia da Auburn University, USA. In:Wilson Bryan KEY, A era da manipulação, p. 20).

Ora, além do meu livro propaganda subliminar multimídia que apresenta os resultados documentados dos aumentos de vendas do subliminar da tipologia merchandising (p.69), há também minha vivência pessoal dos resultados em um experimento supervisionado pela mais rigorosa ética pela criteriosa Universidade Católica de Santos que resultou em PAPER internacional (CALAZANS, Flávio. "La médiologie du subliminal dans le minitel au Brésil." Flavio Mario de Alcantara Calazans (Sao Paulo). "Paper"aprovado, com carta de aceite e publicado no programa do VIéme Colloque Franco-Brésilien de las Sciences de la Communicatíon SFSIC-Intercom , 7 a 9 de janeiro de 2001, Universidade de Poitiers,França .Título publicado na Internet em 28 de novembro de 2000 no site http://www.chez.com/sfsicintercom/FB/programa.htm).

Ainda em 1990, no "Laboratório de Telemática da Unisantos", desenvolvi e implantei com a equipe (Prof. Silvio Ênio Bergamini Filho e a jornalista Paula Prata Vandenbrande) uma experiência de pesquisa empregando o "Know-How" (Savoir Faire ) desenvolvido durante muito mais de 10 anos de pesquisa sobre tecnologias subliminares (incluindo minha dissertação de mestrado e tese de doutorado em Ciências da Comunicação na ECA-USP).

Adaptamos ao "logiciel" (programa de computador) da rede Videotexto (antecessora francesa da Internet) algumas destas tecnologias com o objetivo pragmático de aumentar a interatividade da rede, cujo potencial dialógico era sub-utilizado, sendo lida monologalmente como as mídias de massa da época .

Desta maneira, com a inserção das signagens subliminares (Sintaxe de Pisca-Pisca de frases e cores, sobreposição rápida de três telas batizada TRITELA e que hoje sabemos ter sido precursora da tecnologia de LAYERS) obtivemos um aumento mensurado de acessos na ordem de 550% em relação aos meses anteriores, subindo de 200 acessos/mês em fevereiro de 1991 para 1.100 acessos/mês em abril , mantidos em maio, comprovando assim os efeitos mensuráveis da Midiologia Subliminar (CF. Relatórios Estatísticos Telesp do Videotexto do Brasil, março a maio de 1991 e o website http://www.calazans.ppg.br além da TCC de Paula Prata Vandenbrande na biblioteca da FACOS).

4. BIOMIDIOLOGIA DO POKEMÓN.

 

 

Outro exemplo público e notório de resultados mensuráveis do sinal subliminar taquicoscópico foi o caso japonês POKEMÓN:

Pokemón foi o desenho animado nipônico que em 1997 piscou taquicoscópicamente 10.8 vezes por segundo frames das cores Vermelho-Branco-Azul, deflagrando epidemia que internou 728 telespectadores em Tóquio.Em decorrência deste evento de mídia foram descobertas as novas doenças “Epilepsia Televisiva” e “Epilepsia Sensitiva Cromática”.Além da questão de Saúde Pública, Pokemón manipulou o inconsciente de ambos os sexos empregando estímulos subliminares sado-masoquistas com comprovada compulsão de consumo e decorrente fenômeno de Marketing Internacional.
Fato documentado : Terça-Feira, 16 de dezembro de 1997, 18 horas e trinta minutos, Japão; começa a transmissão do desenho animado da série “Pokemón”, o episódio intitula-se “Computer Warrior Porigon” ( Den no Usenshi Porigon) e é transmitido em rede por uma cadeia de 37 emissoras.m
Cerca de vinte minutos após o término do episódio tem início o evento histórico cujas repercussões ecoarão através dos anos seguintes, um evento de tamanha magnitude que pode apenas ser comparado à transmissão radiofônica “Guerra dos Mundos”de Orson Wells em New York, pelo impacto social multitudinário (em 30 de outubro de 1938, véspera do “Dia das Bruxas” e em um contexto-midiosfera de II Guerra Mundial) a rádio CBS e suas afiliadas de costa a costa transmitem o programa “Guerra dos Mundos” de Orson Welles, baseado no livro do inglês H.G. Wells, com formato de radiojornalismo narrando uma invasão marciana em New Jersey; o programa desencadeou pânico e 1,2 milhão de ouvintes aterrorizados congestionaram as linhas telefônicas e as estradas fugindo de New York paralisando 3 cidades, registrado em manchete do jornal “Daily News” de 1 de novembro) e à "Experiência Subliminar Vicarista" em New Jersey (quando as primeiras mensagens empregando tecnologia subliminar foram veiculadas por um taquicoscópio em um cinema durante a projeção do filme “Férias de amor” {Picnic} com a atriz Kin Novak, 1956, aumentando em 60% as vendas do refrigerante Coca-Cola, um projeto do gerente de Marketing e publicitário Jim Vicary aplicando o aparelho projetor taquicoscópio (empregado em pesquisas psiquiátricas) a um universo de consumidores, com o objetivo de influenciar o processo decisório de compra subliminarmente (taquicoscópio também é empregado tecnicamente como o termo sinônimo de subliminar).
Em matéria veiculada 24/12/97 na Internet, intitulada “Desenho Epilético”a “IstoÉ” entrevista a neurologista do Hospital das Clínicas de São Paulo, Elza Márcia Yacubian. A médica informa que a literatura médica registrou somente 17 casos de epilepsia fotossensível no período desde 1981 a 1997, uma frequência de cerca de um caso por ano antes das centenas de casos registrados em uma única noite do evento Pokemón.

Os desenhistas de animação japoneses conhecem muito bem estas técnicas: “Shigueki” é a palavra para a inserção de um forte estímulo visual, e “Paka-Paka” é a gíria específica para estas luzes coloridas piscando alternadamente, inseridas com o objetivo de criar tensão emocional extrema.

O “Paka-Paka” pode ser definido com maior exatidão como um “Pisca-Pisca”, um efeito “Flicker”, luzes de cores diferentes piscando em alta velocidade, estroboscópica ou até mesmo taquicoscópica, enquadrando-se na Fórmula das Signagens Subliminares, ou seja, o quociente entre o dividendo quantidade de informação emitida e o divisor tempo-espaço de exposição ao sinal (cf. Propaganda Subliminar Multimídia, 3. edição, p.30.).

Não há falta de informação a este respeito, pois o “site” da Internet “Expresso” de 20/12/97 apresenta o artigo “Boneco gera Epilepsia” que explica ter Pikachu projetado exatamente 54 imagens em 5 segundos.

Aplicando-se a minha fórmula da subliminariedade, o dividendo 54 imagens (quantidade de informação) e o divisor 5 segundos ( tempo de exposição ao sinal), obtém-se o quociente de 10,8 imagens por segundo.

No “site” da Internet da Universidade do Texas (utexas.edu) encontra-se a entrevista com Kikuo Asai, pesquisador do “Media Development Center “ de Tóquio, que afirma :
“É bem sabido que a televisão tem um tremendo impacto nos seres humanos, e nos séculos que virão vai tornar-se maior e maior. Mas em muitos aspectos este mecanismo não tem sido completamente entendido.Talvez o caso Pokemón vá ajudar a torná-lo mais claro.”.

Deste quadro foi desenvolvida a BIOMIDIOLOGIA; a Biomidiologia propõe-se a ser um campo de pesquisa recortando os efeitos colaterais diretos ou indiretos da Mídia em formas de vida (Livro : ECOLOGIA E BIOMIDIOMOLOGIA, ISBN 85-85795-59.Editora Plêiade, 2002).

Em 1994 a “Independent Television Commission” regula os comerciais de TV na Inglaterra, limitando os “Flickers” ou “Pisca-Pisca” (Paka-Paka) ao ritmo máximo de 3 por segundo. Ora, em dezembro de 1997, Pikachu piscou o quociente taquicoscópico de 10,8 vezes por segundo, excedendo em mais de 3 vezes a margem que os pesquisadores ingleses regulamentaram como máxima, atingindo níveis de reação fisiológica subliminar.

Hoshika explica que as cores empregadas no “Pisca-Pisca” (Paka-Paka) de Pikachu eram intensos “flashes” das cores “Vermelho e Azul “ , as quais são polos opostos do final do espectro de luz, forçando o nervo óptico e o cérebro e com maior probabilidade de produzir uma reação (CF papers sobre Pokemón na bibliografia).

Durante 5 segundos, Pikachu piscou (Na freqüência de 10,8 vezes por segundo) as 54 luzes intensas das cores : Vermelha, Branca e Azul , intermitentemente em “looping” repetindo a sequência cromática.

Na obra “Homem, Comunicação e Cor”, 3. edição, página 131 e seguintes (in Calazans , Propaganda subliminar Multimídia p.67), Irene Tiski-Franckowiak cita Harold Wohlfarth, presidente da “Academia Alemã de Ciência da Cor” , também Fotobiólogo da Universidade de Alberta, Canadá, as partículas de energia eletromagnética que compõe a luz afetam os neurotransmissores do cérebro, os compostos químicos que transmitem as mensagens de neurônio a neurônio; a luz, ao atingir a retina estimula a síntese da melatonina produzida pela glândula Pineal, que provoca a síntese da serotonina, neurotransmissor do sistema nervoso central que inibe ou ativa a ação dos complexos de neurônios do hipotálamo.

No olho humano as cores são percebidas pelas células chamadas “Cones”, presentes na Fóvea, no centro da retina , esta rede de cones é de alta convergência nos corpos geniculados do Complexo Límbico, onde fazem conexão com neurônios talâmicos e com as glândulas pituitária e pineal, ocasionando resposta emocional , ou seja, ativando o sistema nervoso simpático e parassimpático.

Entretanto, sabe-se que as cores são comprimentos de ondas da luz, mensuráveis pela unidade física “nanômetros” da Física Óptica, sendo que na ordem que Pikachu piscou, pode-se calcular:
1) Vermelho-610 a 760 nanômetros, ondas longas, de grande intensidade, tempo fisiológico de percepção = 0,02 de segundo; acelera o batimento cardíaco, eleva a pressão sanguínea, provoca tensão e agressividade.
2) Branco-sobreposição de todos os comprimentos de onda, sobrecarrega o nervo óptico e o córtex visual primário e secundário (na parte posterior do crânio, acima da vértebra Atlas, sob o osso occipital) saturando e cansando em curto intervalo de tempo e provocando ofuscamento e fadiga-stress.
3) Azul-450 a 500 nanômetros, ondas curtas de intensidade fraca, tempo fisiológico de percepção = 0,06 de segundo; equilibra o ritmo cardíaco, reduz a pressão sistólica, relaxa e acalma.

Deste quadro, percebe-se que toda uma área de conhecimento sofre re-avaliação graças ao evento japonês , o potencial das telecomunicações e das redes telemáticas tem após Pokemom novos parâmetros de análise, e agora experimentos com efeitos neurofisiológicos e biofísicos não são mais temas fantasiosos de ficção científica, validando o paradigma da BIOMIDIOLOGIA

Ainda em julho, a revista eletrônica MUNDI (http://mundi.zaz.com.br/ciencia) de 24 de julho de 1999 publica artigo meu sobre Pokemon, e a seguir a jornalista Leila Cunha entrevista-me e publica matéria sobre Pokemon também na Internet, no CADÊ: http://aqui.cade.com.br/ em 19 de novembro de 1999, segundo a qual :
-“Em estudo publicado este ano nos Anais de Neurologia, o dr. Shozo Tobimatsu, do Departamento de Neurologia Clínica da Universidade de Kyushu, em Fukukoa, Japão, confirmou a hipótese levantada por Calazans dois anos antes: os ataques foram provocados em crianças que nunca tinham tido ataques epiléticos”

A pesquisa citada foi publicada no “Annals of Neurology vol 45 n.6 june 1999” realizada sob patrocínio do Governo Japonês, e prova documentando com EEG (Eletro-Encéfalo-Grama) de 4 pacientes vítimas do evento original que um efeito pisca-pisca luminoso de branco, preto e cinza não obtém efeito fisiológico tão violento quanto o que emprega aquelas cores; neste “paper” foi registrada oficialmente, frente à comunidade científica internacional, mais uma nova doença, batizada pela equipe como “Epilepsia Sensitiva Cromática”, outra contribuição à área da saúde desencadeada por Pokemon (registrado e documentado em diversos papers em Simpósios e Congressos Científicos internacionais e publicado em revistas de alta pesquisa científica, ver bibliografia).

Deste modo, teorias sobre mensagem subliminar remontam historicamente aos filósofos gregos, e há mais de um registro histórico de efeitos fisiológicos de sinais subliminares (taquicoscópio é o termo técnico do ritmo de pisca de um frame dos sinais subliminares), comprovando indubitavelmente que sinais editados-emitidos em ritmo taquicoscópico (subliminar) produzem efeitos fisiológicos e/ou comportamentais nos consumidores-telespectadores-eleitores-cidadãos.

 

mensagem subliminar, mensagens subliminares, subliminar, meme, pokemón, bush, disney
======================================

:::: A PROIBIDA BIBLIOGRAFIA SUBLIMINAR ::::
======================================


BIBLIOGRAFIA SOBRE PESQUISA COM METODOLOGIA CIENTÍFICA:


BAUER, Martin W. & GASKELL, George. Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático. Rio de Janeiro: Vozes, 2002.

CARRAHER, David Willian. Senso crítico: do dia-a-dia às ciências humanas. São Paulo: Pioneira, [1983].

DEMO, Pedro. Educar pela pesquisa. Campinas: Autores associados, 1996.

DIETERICH, Heinz. Novo guia para a pesquisa científica. Blumenau: Editora da FURB, 1999.

ECO, Umberto. Como se faz uma tese. São Paulo: Perspectiva, 1997.

EPSTEIN, Isaac. Divulgação Científica-96 verbetes. Campinas: Pontes, 2002.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, 1998.

OLIVEIRA, Silvio Luiz. Tratado de metodologia científica: projetos de pesquisas, TGI, TCC, monografias, dissertações e teses. São Paulo: Pioneira, 1997.

PÉREZ Tamayo, Ruy. Existe el método científico? História y realidad. México; Editora Fondo de Cultura EconOmica, 1990.

Confira outros artigos da série:  Meme Subliminar:

1 - Subliminar é pesquisa científica
2 - Marketing Pessoal
3 - Graças a Key Bush foi visto


:::: FONTES BIBLIOGRÁFICAS ::..

“Papers”
–pesquisas atuais em Congressos Científicos Internacionais e Nacionais sobre Mensagens Subliminares, evidenciando a consistência e continuidade da linha de pesquisa SUBLIMINAR e seu reconhecimento pela comunidade científica que referenda e reconhece a validade dos resultados obtidos

(Observação- em tratando-se de tema de extrema atualidade, a busca de informações do paradigma tecnológico em construção só pode iniciar-se por pesquisas recentes apresentadas em congressos científicos específicos da área de Ciências Sociais Aplicadas –Comunicação, eventos de maior atualidade, seguido por publicações em periódicos científicos e somente por último nos livros, dissertações e teses defendidas onde tal conhecimento é consolidado e sistematizado; a repetição de um mesmo autor –inclusive nas co-autorias- não trata-se de endogenia, muito ao contrário, é um óbvio indicativo de ser o especialista que mais dedica-se à área e por maior tempo, acumulando experiência e consolidando uma consistente carreira de pesquisador referendada por toda comunidade acadêmica internacional, carreira coerente contruída desde o mestrado e doutorado na USP):


CALAZANS, Flávio. & Renato Márcio Martins de Campos “ O mercado de cinema e a tecnologia subliminar no star sistem : estudo de caso Gary Oldman “ co-autoria de Flávio Mário de Alcântara Calazans com Renato Márcio Martins de Campos da UNIARA, XXVI Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação – INTERCOM´2003 Belo Horizonte resumo publicado na página 68 dos anais, apresentado pelo co-autor Renato Márcio Martins de Campos www.renatodecampos.com.br/arquivos/paper.html.

CALAZANS, Flávio. “Semiótica Subliminar: tecnologias de inserção de signagens subliminares nos computadores e redes telemáticas”. Paper apresentado no International Conference On Engineering and Computer Education ICECE 2003. March 16th to 19th 2003- Sao Vicente/Santos-SP, Brazil. Resumo publicado no Programa página 73 e 74.

CALAZANS, Flávio. "Casos das signagens subliminares nas mídias áudio-visuais do Século XX".”paper” em co-autoria Calazans-Roberto Bazanini, com aceite por carta para apresentação no VI Congreso Latinoamericano de Ciencias de la Comunicación -ALAIC -Bolívia, 5 a 8 de junho de 2002, Juan Gargurevich, Especialidad de Periodismo, Facultad de Ciencias y Artes de la Comunicación, Pontificia Universidad Católica del Perú - Lima, Coordenador do Grupo de Trabajo Historia de la Comunicación, apresentado dia 6 de junho de 2002, 15 horas da tarde, sala a-316, resumo publicado no programa à página 53, publicado integralmente o texto completo no cdrom do congresso. EXPOSITOR.

CALAZANS, Flávio. "Midiologia Subliminar:-O Estado Da Técnica Das Signagens Subliminares Nas Mídias Áudio-Visuais Do Século XX" has been accepted for presentation, Acceptance of abstract number 514, Aceite recebido da Comissão Científica Internacional em e-mail datado de Domingo, 27 de Maio de 2001, 01:17, at the INTERTECH'2002 apresentado dia 18 de março às 17 horas no Parque Balneário Hotel, Santos, salão NOBRE, , resumo publicado à página 60 do programa e texto completo no CDROM do INTERTECH 2002. EXPOSITOR.

CALAZANS, Flávio. "Semiótica Subliminar" , "paper" apresentado na Sessão de Comunicações Científicas SC-09-B do V CONGRESSO BRASILEIRO DE SEMIÓTICA, 19 a 22 de setembro de 2001 na Faculdade Belas Artes, São Paulo, apresentado dia 21 de setembro, 11 horas da manhã, sala 34, com resumo publicado à página 45 do Programa. EXPOSITOR.

CALAZANS, Flávio. "Poética das Signagens Subliminares nas Mídias áudio Visuais do Século XX" Aprovado e apresentado no Grupo de Trabalho Poéticas Digitais do X Encontro Anual da Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Comunicação- COMPÓS, Brasília, 29 de maio a 1 de junho de 2001. Já o resumo de minha pesquisa apresentada e debatida às 8horas e 45 minutos do dia 31 de maio na ENAP foi publicado na página 17 do programa impresso e o texto integral foi publicado no CDROM do X COMPÓS publicado e editado pela UnB e COMPÓS, e também foi disponibilizado-publicado integralmente na INTERNET no website da Unicamp - http://wawrwt.iar.unicamp.br/gtcompos2001/. perfazendo, assim, três publicações em mídias distintas além da apresentação propriamente dita.EXPOSITOR.

CALAZANS, Flávio. "La médiologie du subliminal dans le minitel au Brésil." Flavio Mario de Alcantara Calazans (Sao Paulo). "Paper"aprovado, com carta de aceite e publicado no programa do VIéme Colloque Franco-Brésilien de las Sciences de la Communicatíon SFSIC-Intercom , 7 a 9 de janeiro de 2001, Universidade de Poitiers,França .Título publicado na Internet em 28 de novembro de 2000 no site http://www.chez.com/sfsicintercom/FB/programa.htm

CALAZANS, Flávio. “Midiologia Subliminar: O Estado da Técnica das Tecnologias de Mensagem Subliminar no Ano 2000” 19 de maio. Mesa Redonda de Publicidade, Literatura Lusófonas. III Encontro Luso-Afro Brasileiro de Língua Portuguesa, Literaturas e Comunicação Social, 16 a 20 de maio de 2000. Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbero, Av. Paulista 900, 5o andar, São Paulo/SP, Brasil. Expositor

CALAZANS, Flávio. “Midiologia Subliminar: A Literatura de Alta Velocidade Brasileira no Ano 2000 (TÁQUIONLITERATURA)” 18 de maio. Grupo de Trabalho 4 – Literatura Lusófonas. III Encontro Luso-Afro Brasileiro de Língua Portuguesa, Literaturas e Comunicação Social, 16 a 20 de maio de 2000. Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbero, Av. Paulista 900, 5o andar, São Paulo/SP, Brasil. Expositor

CALAZANS, Flávio. “Midiologia Subliminar Aplicada ao Pânico Pokemon Multimidiático: Da Videosfera dos Videogames e Desenhos Animados às Histórias em Quadrinhos, Publicidade e Merchandising da Grafosfera” 27 de abril, Grupo de Trabajo Comunicación Publicitaria. V Congreso Latinoamericano de Ciencias de la Comunicación – ALAIC (Asociación Latinoamericana de Investigadores de la Comunicación) 26 al 29 de abril de 2000. Santiago de Chile. Facultad de Ciencias de la Comunicación e Información – Universidad Diego Portales. Expositor, resumo publicado na página 40 do programa.

CALAZANS, Flávio. “Midiologia Subliminar: Efeitos Neurofisiológicos do Desenho Animado Japonês POKEMON” - II Simpósio Brasileiro de Televisão, Criança e Imaginário FAU-USP, São Paulo, 23 de outubro de 1998, a convite da Profª Drª Elza Dias Pacheco-LAPIC.Expositor

CALAZANS, Flávio. “Para uma definição de Propaganda Subliminar” - XV Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação - INTERCOM, IMS, GT de Propaganda, São Bernardo do Campo-SP, 16 de outubro de 1992.Comunicação Expositor com resumo publicado no programa oficial à página 36.

CALAZANS, Flávio. “Subliminal for a New World” - 18th Conference of International Association for Mass Communication Research, Workgroup International Theater of Consumption: Cross-Cultural Analysis of Advertising Guarujá, SP, August, 16 -21, 1992. Citado no programa página Tuesday august 18.
Expositor.

CALAZANS, Flávio. “Subliminal Advertising” - 18th Conference of International Association for Mass Communication Research, 16 to 21, august, Workgroup Political Comunication Research, Guarujá, SP, August, 18, 1992 citado no programa página Thursday august 20 e no livro dos anais página 197, com resumo.
Expositor.

:::: PERIÓDICOS CIENTÍFICOS ::..

CALAZANS, Flávio. “Midiologia das Mensagens Subliminares nas Histórias em Quadrinhos” .. In: LIBERO, ano V, números 9 e 10, São Paulo, Fundação Cásper Líbero, 2003, páginas 106 a 115 com ilustrações coloridas, ISSN 1517-3283. Integrada à Rede Iberoamericana de revistas de comunicação e cultura.

CALAZANS, Flávio. “Propaganda subliminar: o estado da técnica das signagens subliminares na midiosfera audiovisual do Século XX”. In: Communicare, revista de pesquisa da Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbero, Vol. 2, No 1, 1o Semestre de 2002, p.93 a 102.

CALAZANS, Flávio. “Midiologia Subliminar: a literatura de alta velocidade brasileira no raiar do Século XXI” . In: ANAIS do III Encontro Luso-Afro-Brasileiro de Língua Portuguesa-Literaturas e Comunicação Social, VOLUME I, Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2001, p.317-325.

CALAZANS, Flávio. “Midiologia Subliminar:Propaganda Subliminar Multimídia, O estado da Técnica ao Raiar do Ano 2000”. In: ANAIS do III Encontro Luso-Afro-Brasileiro de Língua Portuguesa-Literaturas e Comunicação Social, VOLUME II, Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2001, p.279-291.

CALAZANS, Flávio. “Midiologia Subliminar: Marketing do Pânico Pokemon à Pokemania “. In: Líbero, Faculdade Cásper Líbero, São Paulo, Ano 3, volume 3, n.5, 1o semestre de 2000, p. 74 a 87.(ISSN 1517-3283)

CALAZANS, Flávio. “Poluição Visual - O Subliminar Ambiental em Santos”. Leopoldianum, UNISANTOS, 18 (50):75-82, 1991. ISSN 01019635.

CALAZANS, Flávio. “Propaganda Subliminar: a técnica e o tabu”. Leopoldianum, UNISANTOS, 14(41):135-42, 1987. ISSN 01019635.

LIVROS:

CALAZANS, Flávio. “Biomidiologia aplicada ao pokemon: desenho animado causador de epilepsia no Japão”. In: Encontros Culturais Portugal-Japão-Brasil. Organizado por Américo Pellegrini Fillho & Mitsuru Higuchi Yanaze. Barueri: Manole, 2002. ISBN 85-204-1759-0. p. 69 a 122.

CALAZANS, Flávio. “A Midiologia Subliminar explica o pânico pokemon “ In: Agulha Hipodérmica-o poder e os efeitos dos meios de comunicação de massa, Ivan Carlo A. Oliveira (Org.), Faculdade Seama, 2002, Amapá-Macapá (Série Comunicação II).

CALAZANS, Flávio. “Midiologia da Benneton: a arte midiática subliminar de Toscani”. In: Publicidade: análise da produção publicitária e da formação profissional. (Paulo R. Tarsitano, Org.) São Paulo, IMES-ALAIC, 1998.(Coleção GTs da ALAIC vol.1 n.1) ISBN 85-900638-1-X.Páginas 27 a 37.

CALAZANS, Flávio. “Teoria da Comunicação Subliminar: uma aplicação ao discurso gráfico impresso da publicidade”. In: Trajetória e Questões contemporâneas da Publicidade Brasileira. J.B. Pinho ( ORG.) Segunda edição, São Paulo, INTERCOM, 1998. (Coleção GT da Intercom v. 3).p.127 a 141.

CALAZANS, Flávio. “Subliminal for a new world”. Communication for a new world: Brazilian Perspectives;edited by José Marques de Melo. São Paulo, ECA-USP, 1993, p. 77-87. (Papers presented by the Brazilian Researchers to the XVIII IAMCR Scientific Conference, Guarujá, 1992)

CALAZANS, Flávio. Propaganda Subliminar Multimídia. São Paulo, Editora Summus, 1992. .(Coleção Novas Buscas em Comunicação, v. 42) ISBN 85-323-0411-7.

CALAZANS, Flávio. Dissertação de Mestrado “Propaganda Subliminar Multimídia” citado no Catálogo de Teses ECA-USP 1969-1991, ECA-USP, 1992, página 125 (com resumo).

CHANNOUF, Ahmed. Les images subliminales. Paris: Presses Universitaires de France, 2000, collection Médecine et Société. ISBN 2 13 050619 4

CHOMSKY, Noam. Necessary illusions-thought control in democratic societies. London: Pluto Press, 1989.

FERRÉS, Joan. Televisão subliminar: socializando através de comunicações despercebidas. Porto Alegre, Artmed, 1998..

FLUSSER, Vilém. Per uma filosofia della fotografia. Torino: Agorá Editrice, 1987, p. 68.

FLUSSER, Vilém. Pós-História. São Paulo: Duas Cidades, 1983, p.139-140.

HERMAN , Edward S. and CHOMSKY, Noam. Manufatiring consent-the political economy of the mass media. New York: Pantheon Books, 1988.

JAKOBSON, Roman. Lingüística, poética , cinema. . São Paulo:Perspectiva, 1970, Coleção Debates v.22, capítulo “Configuração verbal subliminar em poesia” p.81.

KELLNER, Douglas. A cultura da mídia. Bauru, São Paulo: Edusc, 2001.

KEY, Wilson Bryan. A era da manipulação. 2. ed. São Paulo: Scritta, 1996.

KEY, Wilson Bryan. Seducción subliminal. México, Editorial Diana, 1978.

MCLUHAN, Marshall. Os meios de comunicação como extensões do homem. São Paulo; Cultrix, 1979, páginas 30, 64, 66, 218, 257, 260, 261, 337, 369, 398, 339, 395,etc .

MUCCHIELLE, Roger. A Psicologia da Publicidade e da Propaganda. Rio de Janeiro: Livros Técnicos e Científicos, 1978, p. 21.

NUNES, Mónica Rebecca Ferrari. Memória na mídia: a evolução dos memes de afeto. São Paulo: Annablume e Fapesp, 2001.

PIGNATARI, Décio. Signagem da televisão. 3.edição, São Paulo: Brasiliense, 1984, p.175.

SANTAELLA, Lúcia. Cultura das Mídias. São Paulo: Razão Social, 1992. p. . 96.

SCHENBERG, Mário. Pensando a Arte. São Paulo: Nova Stella, 1988. p. 205.

SHELDRAKE, Rupert. Sete experimentos que podem mudar o mundo, São Paulo, Cultrix, 1999, ISBN 85-316-0473-7, p.20.

Dissertação de Mestrado e Tese de Doutorado defendidas na USP.

CALAZANS, Flávio. “Propaganda Subliminar Multimídia” Dissertação de Mestrado, Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (USP), (19/04/90).

CALAZANS, Flávio. “Propaganda Subliminar Visual Gráfica”. Tese de Doutorado Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (USP), (03/12/93);


ENTREVISTAS que demonstram o interesse público no tema e a atividade de divulgação científica do pesquisador na formação da opinião pública e sobrevida do MEME subliminar:

CALAZANS, Flávio. “Informação Oculta como funcionam as mensagens subliminares” Entrevista a revista GALILEU, número 143, junho de 2003, Editora Globo, página 17, ISSN 1415-9856

CALAZANS, Flávio. Sobre Definir Propaganda Subliminar e seu funcionamento: Revista SUPERINTERESSANTE ESPECIAL MUNDO ESTRANHO 3, Editora ABRIL, São Paulo, SP, Número 3, abril de 2002, página 8. ISSN 0104-1789.(Ano 16, n.01).

CALAZANS, Flávio. Sobre Definir Propaganda Subliminar e seu funcionamento: Revista SUPERINTERESSANTE ESPECIAL MUNDO ESTRANHO 2, Editora ABRIL, São Paulo, SP, Número 2 , 2 de dezembro 2001, página 37. ISSN 0104-1789.(Ano 15, n.11).

CALAZANS, Flávio. Sobre PROPAGANDA SUBLIMINAR no jornal Expresso Popular, Santos, SP, segunda feira, 07 de outubro de 2002, página 24 variedades ( página inteira colorida).

CALAZANS, Flávio. GEEK número 9, ISSN 1516-9650, Digerati editorial, São Paulo, Fevereiro de 2001, p. 50.

ÍRIS a revista da imagem. N.516, editora Íris, São Paulo, julho de 1998, p.38 "Raio X de Oliviero Toscani". ISSN 1414-3429.

CALAZANS, Flávio. SUPERINTERESSANTE, Editora ABRIL, São Paulo, SP, Ano 6, Número 9, Setembro 1992, página 16. CALAZANS-[Entrevista Sobre a Definição de Propaganda Subliminar e seu funcionamento]:

CALAZANS, Flávio. TRIP , ano 14, número 83, de outubro de 2000, São Paulo: Trip propaganda, página 84, a coluna "NEWSCOTINA"

CALAZANS, Flávio. Entrevista "Mensagem Invisível" sobre subliminares nas tecnologias de ponta http://www.aqui.com.br capturada em 4 de abril de 2001.

CALAZANS, Flávio.Sobre Propaganda Subliminar para Júlia Garcia www.facasper.com.br/jornalismo/entrevista/entrevista.htm capturada em 30 de dezembro de 2000.

ECO, Umberto -http://130.238.50.3/ilmh/Ren/eco-interview.htm


Avalie Comente Marque como Favorito Recomende

Opiniões

3 Comentário(s).
  • Comentário que os leitores mais gostaram:

    Marcell de Oliveira

    Marcell de Oliveira | 10 de Março de 2007 | Escreva para o autor do comentário

    18 leitores gostaram da opinião | 1 reprovaram a opinião

    Na minha pré-adolescencia eu era fanático nesse assunto. Eu queria comprar tudo quanto é livro sobre mensagens subliminares, eu visitava tudo quanto é site que falava sobre mensagens subliminares. Eu queria até criar meu próprio site sobre mensagens subliminares e também queria escrever um livro sobre mensagens subliminares. Também sonhava até fazer palestras sobre mensagens subliminares. Mas veja o que aconteceu.

    Eu tinha um programinha no meu computador (não me lembro mais o nome), você podia gravar qualquer coisa e rodar ao contrário. Como eu achava aquilo sinistro, ficava brincando direto! Eu falava qualquer coisa e logo girava ao contrário. Uma vez eu falei algo que não estou mais lembrado, e fui girar ao contrário. Quando girei ao contrário, falei "satã" três vezes. Eu fiquei assustado, eu não estava com a INTENÇÃO de falar "satã" nas minhas mensagens. Foi daí que meu fanatismo por mensagens ocultas caiu por terra. Uma descoberta incrível que fiz. Mensagens subliminares existem? Existem sim, é óbvio! Mas muitas delas aparecem onde o autor não tinha INTENÇÃO nenhuma de colocar o "aquilo" alí.



    Ja pensou se a gente conseguir girar ao contrário tudo o que falamos em um dia? Começando ao se levantar até na hora de dormir? Vai ser sinistro. hehehee brincadeiras de minha parte.



    Bem, o que falei aqui é mais para o lado de mensagens ocultas nas músicas. E mesmo assim, muito obrigado pela atenção.



    Marcell de Oliveira

    Gostei desta opinião | Opinião reprovada


    Responder este comentário

Mostrando Opiniões
  • Viniciu$

    Viniciu$ | 22 de Dezembro de 2008 | Escreva para o autor do comentário

    4 leitores gostaram da opinião | 4 reprovaram a opinião

    Visite Minha Página! | Adicionar como Usuário que me Identifiquei | Enviar um Recado

    Essa do Pokemon nao eh mensagen subliminar... eu soube desse negocio de epilepsia e fui pesquisa no YouTube, e acabei vendo o episodio inteiro. As luzes q piscam aparecem claramente na TV, e as luzes aparecem 3 vezes: Uma eh quando a Equipe Rocket se encontra com uma nave (acho) e jogam misseis neles, e os misseis quando explodem aparece as luzes, mas sao poucas. Na segunda a mesma nave ataca o Ash e pisca de novo. E na terceira eh q fica o problema... a nave nao para de lança missel, e ai ja viram neh ? Foram luzes pra tudo quanto eh lado, mais como eu vi no PC eu nao me senti tonto, mais qm viu pela TV se fudeu HEUEhUEhUEhUEhUE

    Gostei desta opinião | Opinião reprovada


    Responder este comentário
  • heros

    heros | 21 de Agosto de 2008 | Escreva para o autor do comentário

    3 leitores gostaram da opinião | 1 reprovaram a opinião

    olá estou produzindo um trabalho sobre mensagem subliminar em revistas e gibis, mas estou tendo um pouco de dificuldade em encontrar fatos bem definidos, gostaria que se possivel vc me enviace alguma coisa. desde já agradeço. pode enviar neste e-mail mesmo. grato.

    Gostei desta opinião | Opinião reprovada


    Responder este comentário
  • Marcell de Oliveira

    Marcell de Oliveira | 10 de Março de 2007 | Escreva para o autor do comentário

    18 leitores gostaram da opinião | 1 reprovaram a opinião

    Na minha pré-adolescencia eu era fanático nesse assunto. Eu queria comprar tudo quanto é livro sobre mensagens subliminares, eu visitava tudo quanto é site que falava sobre mensagens subliminares. Eu queria até criar meu próprio site sobre mensagens subliminares e também queria escrever um livro sobre mensagens subliminares. Também sonhava até fazer palestras sobre mensagens subliminares. Mas veja o que aconteceu.

    Eu tinha um programinha no meu computador (não me lembro mais o nome), você podia gravar qualquer coisa e rodar ao contrário. Como eu achava aquilo sinistro, ficava brincando direto! Eu falava qualquer coisa e logo girava ao contrário. Uma vez eu falei algo que não estou mais lembrado, e fui girar ao contrário. Quando girei ao contrário, falei "satã" três vezes. Eu fiquei assustado, eu não estava com a INTENÇÃO de falar "satã" nas minhas mensagens. Foi daí que meu fanatismo por mensagens ocultas caiu por terra. Uma descoberta incrível que fiz. Mensagens subliminares existem? Existem sim, é óbvio! Mas muitas delas aparecem onde o autor não tinha INTENÇÃO nenhuma de colocar o "aquilo" alí.



    Ja pensou se a gente conseguir girar ao contrário tudo o que falamos em um dia? Começando ao se levantar até na hora de dormir? Vai ser sinistro. hehehee brincadeiras de minha parte.



    Bem, o que falei aqui é mais para o lado de mensagens ocultas nas músicas. E mesmo assim, muito obrigado pela atenção.



    Marcell de Oliveira

    Gostei desta opinião | Opinião reprovada


    Responder este comentário




Comente

Somente usuários logados podem enviar opiniões...

Você já é um usuário cadastrado no site Sobrenatural.Org? Se sim, faça seu login abaixo. Caso contrário, clique aqui para efetuar o cadastro.

QUEM ENVIOU ESTE CONTEÚDO:

Prof. Flávio Calazans

Prof. Flávio Calazans

NOSSO CANAL NO YOUTUBE


NOSSO BLOG



PUBLICIDADE

PRODUTOS DA LOJA SOBRENATURAL

DIRETO AO ASSUNTO

INTERATIVAIDADE

http://bs.serving-sys.com/BurstingPipe/adServer.bs?cn=tf&c=19&mc=imp&pli=8942288&PluID=0&ord=[timestamp]&rtu=-1