Visitante

Olá visitante. Cadastre-se | Entre | Esqueci minha senha

OK Esqueci minha senha


Você está em: Sobrenatural.Org -> Matérias Especiais -> Pressentir os fatos


Matérias - Enviado dia 11 de Dezembro de 2006

Pressentir os fatos

Você pressente o que vai acontecer? Lê uma palavra ou visualiza uma cena e pouco tempo depois ela acontece? Descubra o que acontece com você lendo esta matéria.



Dúvida enviada por Edson Luís Bonifácio. no dia 17/10/2006.

Gostaria que vocês me esclarecessem uma dúvida: Um fato estranho acontece comigo, repetidas vezes. Em certos momentos estou lendo alguma revista ou jornal, e assistindo televisão ao mesmo tempo. De repente leio uma palavra, que muitas das vezes não é uma palavra muito comum, e por coincidência esta palavra é falada na tv, dentro da matéria ou programa que está sendo exibido. Por exemplo: Leio a palavra "escândalo", e quase que ao mesmo tempo a palavra também e falada na tv (ou rádio). Isto me acontece a muito tempo, e já foi presenciado por um amigo. Isto tem alguma ligação com paranormalidade? Ficaria muito grato se esta dúvida me fosse esclarecida.

Resposta de Mr. Tlaloc:

Shalom Edson

De acordo com o que você narrou, o que ocorreu foi uma “precognição”.
A precognição é uma habilidade comum ao ser humano, só que em algumas pessoas ela é mais desenvolvida e para a maioria das pessoas ela passa desapercebida. É uma habilidade difícil de ser controlada a nível consciente. Sua manifestação está relacionada à emoção e ao perigo.

Como funciona:
Você recebe a mensagem enviada por si próprio de um tempo posterior.
Como seu cérebro não interpreta corretamente esta mensagem (talvez por falta de treino ou por falta de atenção) você não demonstra reação.
Porém quando você lê (ou vê) algo relacionado ao assunto,  imediatamente  seu cérebro resgata na memória a mensagem através da associação.
Às vezes você pode até ter uma sensação de “deja-vu”, ou seja, ‘achar que já havia assistido aquela  reportagem antes’.

A precognição é um mecanismo de defesa do ser humana, tem como finalidade livrá-lo do perigo e de coisas estranha.
Você provavelmente também vê na tv ou rádio, assuntos que já havia sonhado anteriormente. O Sonho seria a melhor maneira de controlar e lembrar as precognições.

Exercício: Assim que acordar, anote detalhadamente todo o seu sonho. À noite, antes de dormir, anote tudo o que observou durante o dia e que teve alguma relação com o seu sonho. Isto tornará as lembranças dos sonhos mais fortes e possivelmente as lembranças das  precognições também aflorarão com mais facilidade.

Fique na Paz
Mr.Tlaloc


Mais uma vez, obrigado Tlaloc pela ajuda. Abaixo vou ilustar esta dúvida com um caso de precognição, que passou no programa Fantástico do dia 22/10/2006. Nesta época havia ocorrido o maior desastre da aviação nacional.

Em meio ao drama das vítimas do maior acidente aéreo já ocorrido no Brasil, uma história chamou a atenção: a da menina que teria tido uma visão sobre a morte do pai. Ao contrário do que tantos pensam, supostas premonições podem ter uma explicação médica.

No capítulo de sábado da novela "O profeta" ocorreu uma cena de premonição: o protagonista Marcos, vivido pelo ator Thiago Fragoso, pressentiu um acidente. Coisas estranhas como essa às vezes entram repentinamente na vida real.

O sorriso gostoso esconde um trauma recente. Aos seis anos, Hannah perdeu o pai, o antropólogo Andreas Kowalsk, que foi uma das vítimas do acidente da Gol. Elevoltava de uma viagem de cinco semanas pelas tribos indígenas da região.

No parque perto de casa Hannah repete com a mãe as brincadeiras que fazia com os pai. A morte de Andreas de alguma forma pode ter chegado até ela 15 dias antes do acidente realmente acontecer.

Na escola, a professora lembra que foi uma manhã diferente. “Nesse dia ela chegou triste, chegou pertinho de mim e disse que havia tido um sonho muito ruim. Eu perguntei porque. Ela disse: ‘Sonhei que um avião caiu’. Num segundo momento, após o recreio, ela parou e disse: ‘Tia, o avião do meu pai caiu’. Eu me assustei – tinha até uma outra professora na sala, nós nos olhamos – e eu não perguntei nada naquele momento”, conta a professora Ana Cláudia Valle.

Ana Cláudia conta que chegou a comentar o episódio com a mãe de Hannah. “Ela me disse: ‘Está tudo bem. A Hannah ta com saudades, e vai pra casa das amiguinhas e tem assistido a uns filmes violentos que ela não está acostumada a assistir e ta sensível’”, diz a professora.

Duas semanas depois, em 29 de setembro, dia do acidente, Hannah teve o segundo pressentimento. Foi entre 16h30 e 17h da tarde, hora provável da queda do avião. Ela estava brincando na casa de uma amiga e fez um comentário com a empregada que depois deixou parentes e amigos impressionados.

“Eu estava na cozinha, as meninas estavam brincando no quarto, quando a Hannah me chamou e falou: ‘Jô, sabia que o avião do meu pai explodiu?’. Eu perguntei: ‘Hannah, quem te falou isso?’. E ela disse: ‘Eu vi’. Eu levei um susto”, relata a empregada doméstica Jocilene Bispo dos Santos.

A mãe de Hannah também ficou assustada. Mas não acredita que a filha tenha algum tipo de dom para prever o futuro. Acha que Hannah sentiu a emoção de uma despedida de amor entre pai e filha.

“Para mim, na hora do acidente ele só deu tempo de pensar nela, o único pensamento que ele teve foi nela. Por isso ela sentiu essa energia”, opina Dalva Veloso Kowalski, mãe de Hannah.

O conhecimento científico não permite afirmar que coisas como premonição existam de fato. O coordenador do Departamento de Infância e Adolescência da Sociedade Brasileira de Psiquiatria prefere o seguinte raciocínio.

“Uma criança ao redor dessa idade, seis, sete anos, começa a apresentar um medo muito grande da separação dos pais. Paralelamente nessa idade, ela também começa a desenvolver a noção de morte, morte como algo irreversível, como algo que não volta. Era um pai que se afastava muito, de muitas viagens freqüentes. Então acredito que seja mais razoável se pensar sob o ponto de vista de algo corriqueiro no desenvolvimento, como uma coincidência”, analisa o psiquiatra Francisco Assunção Júnior.

Seja qual for a explicação, o que Dalva quer agora é que a filha fique bem. Em casa, as lembranças de Andreas estão por toda parte. Numa foto no porta-retrato, Hannah deixou uma mensagem para o pai.

“Eu disse a ela que o pai dela agora era um anjo, que morava com Papai do Céu. Ela quis escrever algo para o pai. E ela escreveu esta mensagem. ‘Querido anjo, eu te amo”.

http://fantastico.globo.com/Jornalismo/Fantastico/0,,AA1320918-4005-563101-0-22102006,00.html

O site Ceticismo Aberto, tem uma matéria muito interessante sobre o assunto, que vale a pena ser lida:
http://www.ceticismoaberto.com/ceticismo/titanic_reindeer.htm

Mateus
Webmaster
www.sobrenatural.org
www.documentarios.org


Avalie Comente Marque como Favorito Recomende

Opiniões

16 Comentário(s).

Mostrando as 5 primeiras.
Ver todas as 16 opiniões.



Comente

Somente usuários logados podem enviar opiniões...

Você já é um usuário cadastrado no site Sobrenatural.Org? Se sim, faça seu login abaixo. Caso contrário, clique aqui para efetuar o cadastro.

QUEM ENVIOU ESTE CONTEÚDO:

Mateus Fornazari

Mateus Fornazari

Usuário Assinante.

Responsável pelos sites Sobrenatural.Org, LojaSobrenatural.com.br e Documentarios.Org. É licenciado e bacharel em Ciências Biológicas e Técnico em Processamento de Dados. Programa em GAS-2003 e é especialista em Clipper. Agora me aventuro em Ruby on Rails


NOSSO CANAL NO YOUTUBE


NOSSO BLOG



PUBLICIDADE

PRODUTOS DA LOJA SOBRENATURAL


Acesse a Loja Sobrenatual »

DIRETO AO ASSUNTO

INTERATIVAIDADE

http://bs.serving-sys.com/BurstingPipe/adServer.bs?cn=tf&c=19&mc=imp&pli=8942288&PluID=0&ord=[timestamp]&rtu=-1